Trabalhadores em Hotelaria e a Produção do Discurso Turístico

Juliana Souza Dartora, Susana Gastal

Resumo


Pesquisa exploratória realizada na cidade de Caxias do Sul/RS, que buscou analisar a produção de discursos associados ao Turismo, pelo trabalhador do setor hoteleiro local. Utilizam-se conceitos e premissas da Psicologia Social, em especial dos seus construtos ‘percepção’ e ‘atitude’, e as teorizações da Comunicação Social, sobre imaginários. A metodologia de análise também recorre à análise do conteúdo, conforme proposta por Bardin (1997), no âmbito dos estudos da Comunicação. Nos resultados, aponta-se que os sujeitos não consideram satisfatória a relação da cidade com a atividade turística, quando a mesma é comparada a outras localidades da mesma região, atribuindo o fato, entre outros, a que as demais localidades teriam maior presença na mídia e que, em Caxias do Sul, a atividade industrial seria predominante à turística. Constata-se a reprodução de um imaginário consagrado pela OMT, no qual o turismo seria associado exclusivamente ao lazer. Entretanto, a categoria turismo de negócios é recorrente na fala dos trabalhadores.


Palavras-chave


Turismo. Processos turísticos. Imaginário. Trabalhadores em hotelaria. Caxias do Sul/RS.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7784/rbtur.v1i2.86

Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo

 

Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo
e-ISSN: 1982-6125 -  Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Nacional de Pós-Graduação em Turismo (ANPTUR) - Contatorbtur@anptur.org.br