O Processo de Aprendizagem de Alunos de Turismo e Hotelaria Sob a Perspectiva Andragógica

  • Jammilly Mikaela Fagundes Brandão Universidade Federal da Paraíba
  • Erica Dayane Chaves Cavalcante Universidade Federal da Paraíba
  • Joelma Abrantes Guedes Temoteo Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Aprendizagem, Andragogia. Ensino Superior, Turismo, Hotelaria

Resumo

Crianças, adolescentes e adultos possuem modos diferenciados de aprender, tornando necessária a utilização de abordagens específicas em seus processos de aprendizagem. Considerando o nível de maturidade e autodirecionamento que os adultos tendem a possuir na medida em que vão se desenvolvendo e vivenciando experiências, percebeu-se a necessidade de uma abordagem que considerasse essas diferenças individuais no processo de aprendizagem, fazendo emergir a andragogia - a arte e a ciência destinada a auxiliar os adultos a aprender e a compreender o processo de aprendizagem. Com efeito, este estudo tem como objetivo central analisar a percepção dos discentes de turismo e hotelaria sobre sua atuação em seu processo de aprendizagem, tendo como base o modelo andragógico desenvolvido por Knowles, Holton e Seanson (2011). Buscou-se verificar o perfil de discentes de cursos de bacharelado em turismo e hotelaria e analisar o nível de autodirecionamento (autonomia e independência) desses alunos em seu processo de aprendizagem com base nos princípios andragógicos. Como procedimentos metodológicos, realizou-se uma pesquisa survey com 60 discentes dos cursos de hotelaria e turismo da Universidade Federal da Paraíba – UFPB, utilizando como instrumento uma escala de 5 pontos que versava sobre a concordância desses alunos em relação aos itens. Os dados foram analisados a luz da teoria base. Como resultados, evidencia-se que os alunos que participaram desta pesquisa possuem, na percepção dos mesmos, características como autonomia, autodirecionamento e apresentam níveis de independência enquanto sujeitos em processo de formação e de desenvolvimento de competências, o que revela a necessidade de repensar a formação profissional para melhor aproveitar essas características. Por fim, destaca-se a importância da utilização de uma metodologia de ensino que possibilite abertura para os alunos adequarem seu processo de aprendizagem a sua forma particular de estudar e aprender.

Biografia do Autor

Jammilly Mikaela Fagundes Brandão, Universidade Federal da Paraíba
Professora do Departamento de Turismo e Hotelaria - DTH/UFPB. Mestre em Administração, pelo Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA/UFPB. Graduada em Administração e Hotelaria, pela UFPB.
Erica Dayane Chaves Cavalcante, Universidade Federal da Paraíba
Mestranda em Administração (PPGA-UFPB). Bacharel em Hotelaria (UFPB).
Joelma Abrantes Guedes Temoteo, Universidade Federal da Paraíba
Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pelo PRODEMA/UFPB (2005). Pós-graduada em Turismo de Base Local pela UFPB. Graduada em Turismo e em Comunicação Social pela UFPB (2002). Professora Assistente do Departamento de Turismo e Hotelaria – DTH/UFPB.
Publicado
25-11-2014
Seção
Artigos