Epistemologia do turismo: escolas teóricas e proposta crítica

Autores

  • Alexandre Panosso Netto Universidade de São Paulo (USP), Brasil
  • Marcelino Castillo Nechar Universidad Autónoma del Estado de México.

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v8i1.719

Palavras-chave:

Epistemologia, Teoria crítica, Teoria do turismo, Conhecimento turístico.

Resumo

O objetivo do estudo é discutir e problematizar o tema da epistemologia aplicada ao turismo. O artigo aborda a definição do termo epistemologia, o problema da construção do conhecimento em turismo, as escolas teóricas existentes e propõe a teoria crítica aos estudos turísticos. O avanço na produção científica do conhecimento em turismo, apesar de seu crescimento nos últimos anos, continua sendo um tema menosprezado. É considerado tema complexo, devido à necessidade de uma sólida reflexão filosófica e porque parece ter pouca aplicação prática, sendo extremamente teórico. O procedimento seguido é uma revisão crítica do termo epistemologia, com o propósito de analisar sua posição cientificista. Busca reconhecer as escolas que marcam a tendência analítica e a que se contrapõe a ela, a tendência histórica. A proposta aponta para o desenvolvimento de fundamentos críticos reflexivos, apresentando a teoria crítica como uma opção de construção transformadora da realidade e do conhecimento do turismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelino Castillo Nechar, Universidad Autónoma del Estado de México.

Facultad de Turismo y Gastronomía de la Universidad Autónoma del Estado de México - UAEM.

Downloads

Publicado

2014-04-01

Edição

Seção

Artigos