SEGMENTAÇÃO DE MERCADO COM BASE NAS PREFERÊNCIAS DOS TURISTAS: UMA APROXIMAÇÃO MULTIVARIADA

  • Sérgio Dominique Ferreira Instituto Politécnico do Cávado e do Ave/Escola Superior de Gestão e Tecnologia
  • Sancha Catarina Frazão Maia Universidade de Santiago de Compostela
  • Antonio Rial Boubeta Universidade de Santiago de Compostela
Palavras-chave: Marketing Turístico. Segmentação de mercados. Preferências dos consumidores. Cluster Analysis.

Resumo

Nas últimas décadas, o turismo converteu-se num dos sectores mais preponderantes da economia à escala mundial. Concretamente, nos casos de Portugal e Brasil, a sua contribuição no Produto Interno Bruto (PIB) e na criação de emprego é bastante relevante. Neste sentido, orientar-se por um marcado enfoque de Marketing na gestão dos recursos turísticos de um país assume-se como estratégia primordial. Tal enfoque deverá basear-se em inovações metodológicas que permitam conhecer as preferências dos turistas com rigor, tornando-se assim numa vantagem competitiva. Neste âmbito, o principal objectivo deste estudo é ilustrar a importância e os benefícios relacionados com a utilização de metodologias multivariadas no momento de segmentar o mercado. No presente estudo levou-se a cabo uma Análise Cluster, com recurso a um método hierárquico e a uma posterior aplicação de um método de optimização. Os principais resultados deste trabalho permitem identificar a existência de cinco clusters que se diferenciam por atribuírem especial importância a determinados atributos turísticos, no momento de eleger um destino turístico. Em definitiva, comprova-se a importância de levar a cabo uma segmentação post hoc, com base nas preferências dos consumidores, em detrimento de segmentações tradicionais, conhecidas como a priori, que têm por base critérios sócio-demográficos.

Biografia do Autor

Sérgio Dominique Ferreira, Instituto Politécnico do Cávado e do Ave/Escola Superior de Gestão e Tecnologia
Sancha Catarina Frazão Maia, Universidade de Santiago de Compostela
Antonio Rial Boubeta, Universidade de Santiago de Compostela
Professor na Universidade de Santiago de Compostela.
Publicado
04-11-2010
Seção
Artigos