Turismo Gastronômico como objeto de pesquisa: análise das publicações em periódicos brasileiros (2005-2017)

Palavras-chave: Turismo gastronômico, Pesquisa científica, Artigos em periódicos, Brasil.

Resumo

Este artigo busca compreender como a pesquisa sobre o Turismo Gastronômico vem se desenvolvendo, a partir da análise da produção científica publicada em periódicos brasileiros dedicados ao turismo e à hospitalidade com avaliação Qualis CAPES igual ou superior à B5; identifica os periódicos que publicaram estudos sobre o tema; verifica a distribuição dos artigos por estrato Qualis, por periódico, por ano e por temáticas/subtemáticas; identifica os procedimentos metodológicos; caracteriza o perfil dos autores que se dedicam ao tema com assiduidade. É uma pesquisa qualitativa, baseada em princípios da análise de conteúdo (Bardin 2011), com corpus analítico de 89 artigos publicados entre 2005 e 2017. Principais resultados: as Revistas Rosa dos Ventos e Turismo em Análise publicaram o maior número de artigos; 24,71% dos artigos pertencem ao estrato B1/Qualis; o ápice de publicações foi 2017 (16,85%). Foram identificadas 8 temáticas e 11 subtemáticas, destacando-se Gastronomia como Atrativo Turístico e Turismo de Bebidas. Turismo de Bebidas/enoturismo foi a temática mais desenvolvida (28,09%). Os descritivos metodológicos são, de maneira geral, superficiais, com prevalência de pesquisas qualitativas (92,14%). Pesquisa bibliográfica e entrevistas são as estratégias de coleta de dados mais utilizadas. Poucos pesquisadores (13,20%) publicaram dois ou mais artigos sobre o tema.

Biografia do Autor

Maria Henriqueta Sperandio Garcia Gimenes Minasse, Universidade Anhembi Morumbi (UAM), São Paulo, Brasil.
Bacharel em Turismo, Mestre em Sociologia, Doutora em História. Professora no Mestrado em Hospitalidade e no Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Alimentos e Bebidas da Universidade Anhembi Morumbi.

Referências

Barbosa, F. & Collaço, J. (2018). J. Eating identities and places. Antropology of food, 13. Disponível em:

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70. https://doi.org/10.4000/aof.8468

Barthes, R. (1997). Toward a psychosociology of contemporary food consumption. In: Counihan, C.; Esterik, P. Food and culture – a reader. Psychology Press: New York.

Bastos, S. & Rejowski, M. (2015). Pesquisa científica em hospitalidade: desafios em busca de uma configura-ção teórica. Revista Hospitalidade, São Paulo, 12(Especial),132-159. Disponível em: https://www.revhosp.org/hospitalidade/article/view/575. Recuperado em 10/11/2018.

Boutaud, J. (2001). Comensalidade. Partilhar a mesa. In: Montandon, A. (Org.). O livro da Hospitalidade. São Paulo: Senac.

Brasil. Ministério Da Educação (2016) Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000009402.PDF. Recuperado em 10/09/2018.

Brasil. Ministério do Turismo. Secretaria Nacional de Políticas de Turismo. Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico. (2010) Turismo cultural: orientações básicas. 3ª ed. Brasília: MTur. Dis-ponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Turismo_Cultural_Versxo_Final_IMPRESSxO_.pdf. Recuperado em 05.nov.2018.

CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior. (2018). Avaliação para Pós-Graduação - Qualis Periódico. Disponível em: https://www.capes.gov.br/perguntas-frequentes. Recuperado em 10/11/2018.

CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (2018). Plataforma Lattes. Disponí-vel em: http://lattes.cnpq.br/. Recuperado em 10/11/2018.

Collaço, J. (2013). Gastronomia: a trajetória de uma construção recente. Revista Habitus, Goiânia, 11(2), 203-222.

Costa, E. (2012). Turismo gourmand: o luxo e a gastronomia como vetores para o apetite de viajar. Turismo e Sociedade, 5(1). https://doi.org/10.5380/tes.v5i1.26584

Croce, E. & Perri, G. (2010). Food and wine tourism. Cambridge: CABI.

Fagliari, G. (2005). Turismo e alimentação. Roca: São Paulo.

Gândara, J.; Gimenes, M. H. & Mascarenhas, R. (2009). Reflexões sobre o Turismo Gastronômico na perspec-tiva da sociedade dos sonhos. In: Panosso Netto, A. & Ansarah, M. (Org.). Segmentação do mercado turístico – estudos, produtos e perspectivas. Barueri: Manole.

Getz, D.; Robinson, R.; Anderson, T. & Vujicic, S. (2014). Foodies & Food Tourism. Goodfellow Publishers: Ox-ford.

Gimenes, M. H. (2012). Estudos sobre gastronomia no Brasil: um estudo exploratório descritivo sobre disser-tações de mestrado concluídas entre 2007 e 2011. Revista Rosa dos Ventos, 4(3), 279-299, jul-set. Disponí-vel em: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/1696/1114. Recuperado em: 08.nov.2018.

Gimenes-Minasse, M. H. & Peccini, R. (2012). Editorial. Gastronomia e Turismo: abordagens acadêmicas. Revista Rosa dos Ventos, 4(3), jul/set. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/1762/pdf_79. Recuperado em: 08.nov.2018.

Gimenes-Minasse, M. H. (2015). A formação superior em gastronomia: análise descritiva das dissertações de mestrado produzidas no Brasil. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 9(1), jan./abr. https://doi.org/10.7784/rbtur.v9i1.703

Hall, C. M. & Sharples, L. (2003). The consumption of experiences or the experience of consumption? An introduction to the tourism of taste. In: HALL, C. et al. (org.). Food Tourism around the world. Elsevier: Burling-ton, p. 1-24. https://doi.org/10.1016/B978-0-7506-5503-3.50004-X

Herrera, C.; Herranz, J. & Arilla, J. (2012). Gastronomy´s importance in the development of tourism destina-tions in the world. UNTWO Global Report on Food Tourism, 6-9. Disponível em: http://cf.cdn.unwto.org/sites/all/files/docpdf/amreports4-foodtourism.pdf. Recuperado em: 7.nov.2018.

Hjalager, A-M. & Richards, G. (2002) Still undigested: research issues in tourism and gastronomy. Hjalager, A.-M. & Richards, G. (org). Tourism and gastronomy. New York: Routledge, 2002. https://doi.org/10.4324/9780203218617

Kesimoglu, A. (2015). A reconceptualization of gastronomy as relational and reflexive. Hospitality & Society, 5(1), 71-92. https://doi.org/10.1386/hosp.5.1.71_1

Mitchell, R. & Hall, C. (2003). Consuming tourists: Food Tourism, consumer behavior.In: Hall, C. M. et al. (org.). Food Tourism around the world. Elsevier: Burlington, p.60-80. https://doi.org/10.1016/B978-0-7506-5503-3.50006-3

Montandon, A. (2011). Espelhos da hospitalidade. In: Montandon, A. (org). O livro da hospitalidade. São Paulo: Senac.

Ribeiro-Martins, C. & Silveira-Martins, E. (2018). Turismo gastronômico: uma pesquisa bibliométrica em bases de dados nacionais e internacionais. Revista Turismo – Visão e Ação, 20(1), jan-abr. https://doi.org/10.14210/rtva.v20n1.p184-208

Richards, G. (2002). Gastronomy: an essential ingredient in tourism production and consumption? In: Hjalger, A-M. & Richards, G. (org). Tourism and gastronomy. Routledge, p.3-20.

Santich, B. (2004). The study of gastronomy and its relevance to hospitality education and training. Internatio-nal Journal of Hospitality Management, 23, 15-24. https://doi.org/10.1016/S0278-4319(03)00069-0

Santos, G. & Rejowski, M. (2013). Comunicação científica em Turismo no Brasil: análises descritivas de pe-riódicos nacionais entre 1990 e 2012. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 7(1). https://doi.org/10.7784/rbtur.v7i1.578

Scarpato, R. (2002). Gastronomy studies in search of hospitality. Journal of Hospitality and Tourism Manage-ment, 9(2), jun., 1-12. Disponível em: http://foodandtravelcommunications.info/about/GastrnomyStudiesHospitality.pdf. Recuperado 11.nov.2018.

Schlüter, R. (2006). Turismo y património gastronómico. Buenos Aires: CIET.

UNWTO. (2015). Global Report on Gastronomy. UNWTO: Madrid. Disponível em: https://www.e-unwto.org/doi/pdf/10.18111/9789284414819.1. Recuperado em: 23.set.2018.

UNWTO. (2017). Second Global Report on Gastronomy. UNWTO: Madrid. Disponível em: http://cf.cdn.unwto.org/sites/all/files/pdf/gastronomy_report_web.pdf. Recuperado em: 23.set.2018.

Publicado
14-01-2020
Seção
Artigos