Análise do posicionamento dos restaurantes de São Paulo estrelados pelo guia Michelin com base nas On-line Travel Reviews (OTRS)

Palavras-chave: Restaurantes, Posicionamento, Mídias sociais, Guia Michelin, Online travel review, Tripadvisor.

Resumo

Propósito justificado do tema: A análise dos serviços de restauração vem sendo objeto de diversos estudos no âmbito do turismo e neste trabalho busca analisar o posicionamento dos treze restaurantes estrelados no Guia Michelin 2016 na cidade de São Paulo através dos comentários no site Tripadvisor. Objetivo: Dentro de uma visão mercadológica e de gestão a presente pesquisa tem como objetivo analisar o posicionamento dos restaurantes por meio das avaliações postadas na referida mídia social dos referidos restaurantes. Metodologia e abordagem: O estudo caracteriza-se por ser exploratório e descritivo, com abordagem quantitativa, realizado por meio de coleta dos conteúdos gerados pelos usuários (CGU) ou User-Generated Content, no site, relacionadas a 1.300 avaliações de clientes dos restaurantes que formam o universo da pesquisa e como ferramenta de análise foi utilizado o software Iramuteq. Resultados: Os resultados alcançados através da classificação hierárquica descendente (CHD) que o Iramuteq reteve e dividiu o total do corpus das avaliações coletadas em quatro classes: 1) atendimento; 2) os restaurantes; 3) hospitalidade e serviço; 4) a comida, caracterizando o que os clientes percebem de importante no momento de escolha e utilização dos empreendimentos de restauração e mediante as análises apontam que os restaurantes de alta gastronomia de São Paulo estão posicionados por atributo, por usuários, por categoria de produtos e por classe de serviço. Originalidade do documento: Este trabalho é original quanto ao tema e enquadramento.

Biografia do Autor

Francisco Barbosa do Nascimento Filho, Universidade Estadual Paulista - UNESP
Doutor em Turismo e Hotelaria pela UNIVALI –  Balneário Camboriú - SC Mestre em Educação pela UNOESTE – Presidente Prudente - SPEspecialista em Marketing pela ESPM- Campinas - SPEspecialista em Planejamento e Gestão Municipal pela FCT – Presidente Prudente – UNESPBacharel em Turismo pela Universidade Potiguar – Natal- RN
Luiz Carlos da Silva Flores, Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
Pós-doutorado pela Universidade do Algarve – Portugal, na área do Turismo.Doutor em Engenharia de Produção e Mestre em Administração – Universidade Federal de Santa CatarinaBacharel em Administração de Empresas – Universidade Federal de Santa Catarina.Professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Turismo e Hotelaria, e professor do Curso de graduação em Administração, da Escola de Negócios – Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI.
Pablo Flôres Limberger, Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI
Doutor em Turismo e Hotelaria pela Universidade do vale do Itajaí - UNIVALI –  Balneário Camboriú – SC. Mestre em Turismo e Hotelaria pela UNIVALI. Bacharel em Turismo e Hotelaria pela UNIVALI –  Balneário Camboriú. Professor e pesquisador no programada de pós-graduação em turismo e hotelaria na Universidade do Vale do Itajaí.

Referências

Aaker, D. L., & Shansby J. G. (1982) Positioning your product. Business horizons. Greenwich, 25(3), p. 56-62. https://doi.org/10.1016/0007-6813(82)90130-6

Adcock, D. (2000) Marketing Strategies for Competitive Advantage. New York: John Wiley & Sons, Inc,.

Angnes, D.L. & Moyano, C. A. M. (2013) Abertura de restaurante: uma decisão de posicionamento e diferenci-ação com base em pesquisa de marketing. Gestão Contemporânea, 10(13), p. 339–363.

Araújo, F., Consoni, M., & Pacheco, D. (2015) Análise competitiva de operações de FastFood. Revista GEIN-TEC. 5(3), p. 2393- 2405. DOI: https://doi.org/10.7198/geintec.v5i3.495

Azevedo, L. P., Moura, L. R., & Souki, G. (2015). Um estudo qualitativo dos atributos para a escolha de um restaurante. Revista Acadêmica São Marcos. 5(1), p. 25-51.

Barcelos, Y., Gosling, M., Coelho, M., & Resende, M. (2014). Ferramenta de visualização de dados e proces-samento de texto: análise de reviews de viajantes no tripadvisor. REAVI – Revista Eletrônica do Alto Vale do Itajaí, 3(4), p. 25-39. DOI: http://dx.doi.org/10.5965/2316419003042014025

Brasil, Ministério do Turismo. (2014) Índice de Competitividade do Tursimo Nacional. Relatório Brasil 2014. Brasília: Ministério do Turismo.

Cabral, L.C. et al. (2009). The production planning and control process: case study at mini kalzone. Revista de Negócios, 14.(4), p. 55-66.

Camargo, B. V., & Justo, A.M. (2013). IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, 21(2), p. 513-518. https://doi.org/10.9788/TP2013.2-16

Castelli, G. (2016). Gestão hoteleira. São Paulo: Saraiva.

Castro, A. et al. (2016) Representações sociais do rejuvenescimento na mídia impressa. Temas em Psicolo-gia, 24(1), p. 117-130. https://doi.org/10.9788/TP2015.1-08

Chung, H.K., & Woo, N.R., & Kim, M.H. (2012). A Study of the Current State of Korean Restaurants in São Paulo in Brazil. Journal of the Korean Society of Food Culture, 27(3), p. 261-273. https://doi.org/10.7318/KJFC/2012.27.3.261

Click, A., & Petit, J. (2010) Social networking and Web 2.0 in information literacy. The International Information & Library Review, 42(2), p. 137-142. https://doi.org/10.1016/j.iilr.2010.04.007

Cravens, D.W., & Piercy N. F. (1994). Relationship Marketing and Collaborative Networks in Service Organiza-tions. International Journal of Service Industry Management, 5(5), p.39–53. https://doi.org/10.1108/09564239410074376

Lee, C., & Hallak, R., & Sardeshmukh, S. R. (2016). Innovation, entrepreneurship, and restaurant performance: A higher-order structural model. Tourism Management, 53, April 2016, p. 215-228. DOI: https://doi.org/10.1016/j.tourman.2015.09.017

Di Pietro, R., Crews, T. B., Gustafson, C., & Strick, S. (2013). The Use of Social Networking Sites in the Restau-rant Industry: Best Practices. Journal of Food service Business Research, 15(3), p. 265-284. https://doi.org/10.1080/15378020.2012.706193

Fontoura, W. (2008). A hora e a vez das mídias sociais. Disponível em: <http://www.boombust.com.br/a-hora-e-a-vez-das-midias-sociais/>. Acessoem: 15 abr. 2016.

Gustafsson, I.B. et al. (2006) The five aspects meal model: a tool for developing meal service in restaurants. Journal of Food service, 17, p. 84-93. https://doi.org/10.1111/j.1745-4506.2006.00023.x

Hooley, G. J., Saunders, J. A., & Piercy, N. F. (2001) Estratégia de Marketing e posicionamento competitivo. São Paulo: Prentice Hall.

Huang, Y., Basu, C. & Hsu, M. K. (2010) Exploring motivations of travel knowledge sharing on social network sites: an empirical investigation of U. S. Colege students. Journal of Hospitality Marketing & Management, 19(7), p.717-734. https://doi.org/10.1080/19368623.2010.508002

Hsu A. Y., King, B., Wang, D., & Buhalis, D. (2017) Entrepreneurship in the Contemporary Tourism Ecosystem: The Case of Incoming Tour Operators in Taiwan. In: Schegg, R., & Stangl, B. (eds) Information and Communica-tion Technologies in Tourism 2017. Springer, Cham https://doi.org/10.1007/978-3-319-51168-9_8

Jeong, M. & Jeon, M. M. (2008) Customer reviews of hotel experiences through consumer generated media (CGM). Journal of Hospitality & Leisure Marketing, 17(1-2), p. 121-138. https://doi.org/10.1080/10507050801978265

Johnson, C., Surlemont, B., Nicod, P., & Revaz, F. (2005) Behind the stars: A Concise Typology of Michelin Restaurants in Europe. Cornell Hospitality Quartely, 46(2), p. 170-187. DOI: https://doi.org/10.1177/0010880405275115

Karson, K. & Murphy, K. S. (2013). Attract Local Guests to the Food and Beverage Resort Operations: The Case of the Orlando Resort and Spa. Journal of Food service Business Research, 16(4). DOI: https://doi.org/10.1080/15378020.2013.824279

Kaynak, E. K. A., & kucukemiroglu, A. W. (1997) O Marketing strategies for fast food restaurants: a customer view. British Food Journal, 99, p. 318-324.

Kleinová, K., Paluchová, J., & Berčík, J., & Horská, E. (2015) Procedia Economics and Finance. Business Eco-nomics and Management Conference, BEM2015.

Kim, W. G., Li, J., & Brymer, R. A. (2016) The impact of social media magazines on restaurant performance: The moderating role of the certificate of excellence. International Journal of Hospitality Management. 55, pp.41-51. https://doi.org/10.1016/j.ijhm.2016.03.001

Kotler, P. (1998) Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 6. ed. São Paulo: Atlas.

Kotler, P. (2006) Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 10. ed. São Paulo: Atlas.

Krause. R. W. (2014) Aspectos determinantes na percepção da qualidade dos serviços na experiência gastro-nômica turística. Caderno Virtual de Turismo, 14(1), p. 19-33.

Limberger, P.F., & Dos Anjos, S. G. (2015). Experiência Gastronômica em Natal (RN): as categorias de análise da experiência dos usuários das online Travel Reviews (OTRs). XII Seminário Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. Disponível em: https://www.anptur.org.br/anais/anais/files/12/145.pdf

Lovelock, C. & Wright, L. (2001). Serviços: marketing e gestão. São Paulo: Saraiva.

Matos, E. R. J et al. (2007) Aplicação da matriz importância-desempenho de slack na análise de mercado para empresas de pequeno porte: o caso dos restaurantes do tipo self-service a quilo no município de viçosa-MG. In: Congresso Brasileiro De Custos, 14. ,João Pessoa, 2007. Anais eletrônicos. João Pessoa, PB. Disponí-vel em: https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/download/1620/1620.

Mendes, M.C., Pires, P. S., & Krause, R.W. (2014) Relevância da gastronomia em restaurantes temáticos: Um estudo de caso em Balneário Camboriú, SC. Revista Rosa do Ventos, 6(1), p. 66-75, jan.-mar.

Mühlbacher, H., Dreher, A., & Gabriel-Ritter, A. (1994) MIPS - Managing industrial positioning strategies. Indus-trial Marketing Manegement. New York, 23(4), p. 287-297. https://doi.org/10.1016/0019-8501(94)90044-2

Neirotti, P., Raguseo, E., & Paolucci, E. (2016). Are customers’ reviews creating value in the hospitality indus-try? Exploring the moderating effects of market positioning. International Journal of Information Management, 36(6), p. 1133–1143. https://doi.org/10.1016/j.ijinfomgt.2016.02.010

Oliveira, B., & Campomar, M. C. (2007) Revisitando o posicionamento em marketing. Revista de Gestão USP, São Paulo, 14(1), p. 41-52. https://doi.org/10.18226/21789061.v7iss1p20

Oliveira, M. S., Moretti, S. L. A. & Pozo, H (2015) A Hospitalidade e a Gestão de Restaurantes: Evidências de um Estudo Múltiplo de Casos em São Paulo, Brasil. Rosa dos Ventos: Turismo e Hospitalidade. 7(1), p. 20-33.

Pakes, P., Rebelato, M., Manfrim, A., Rodrigues, A. (2012). Adaptação do SERVQUAL para mensuração da qualidade em um restaurante self service: estudo de Caso. Anais XXXII Encontro de Engenharia de Produ-ção.Bento Gonçalves – RS.

Toledo, G. L., & Hemzo, M. A. (1991) O processo de posicionamento e o marketing estratégico. Disponível em: http://each.uspnet.usp.br/mahemzo/Toledo,GL-Hemzo,MA-O_processo-de_posicionamento_e_o_Marketing-Estrategico.pdf.

Rebelato, M. G. (1997). Uma análise sobre a estratégia competitiva e operacional dos restaurantes self-service. Revista Gestão & Produção, 4(3), p. 321-334. https://doi.org/10.1590/S0104-530X1997000300006

Rhee, H. T., Yang, S., & Kim, K. (2016) Exploring the comparative salience of restaurant attributes: A conjoint analysis approach. International Journal of Information Management, 36(6 – Part B), p. 1360-1370. https://doi.org/10.1016/j.ijinfomgt.2016.03.001

Sacramento, N. I. S (2013) Análise de atitudes em avaliações online sobre restaurantes na região do Algarve em Portugal. Dissertação de Mestrado. Instituto Superior de Economia e Gestão. Universidade de Lisboa. Disponível em: https://www.repository.utl.pt/bitstream/10400.5/5897/1/DM-NISS-2013.pdf

Salvio, N. Z. (2008) A influência das estrelas Michelin no mercado Gastronômico, 30f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação). Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, Centro Universitário de Brasília – UniCEUB, Brasilia.

Sampieri, R. H., Collado, C. F., & Lucio, M. P. B. (2013). Metodologia da pesquisa. Porto Alegre: Penso.

Sarquis, A. B., & Ikeda, A. A. (2007). A prática de posicionamento de marca em agências de comunicação. Revista de Negócios, 12(4), p. 5570.

Semprini, A. A. (2006). Marca Pós-Moderna: Poder e Fragilidade da Marca na Sociedade Contemporânea. São Paulo: Estação das Letras.

Siebeneichler, T. et al. (2007). A satisfação de clientes de restaurantes: uma avaliação da satisfação e da importância dos atributos. Revista Administração, 7(11), p. 39-58.

Silva, W. A., & Teixeira, R. M. (2014) Adoção de Tecnologia da Informação pelas Micro e Pequenas Empresas do Setor Hoteleiro de Sergipe. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. São Paulo, 8(1), pp. 59-77, jan./mar.

Sloan, D. (2005) Gastronomia, Restaurantes e Comportamento do Consumidor. São Paulo: Manole.

Stephen, W., Litvin, R. E., & Goldsmith, B. P. (2018) The retrospective view of electronic word-of-mouth in hos-pitality and tourism management. International Journal of Contemporary Hospitality Management, 30(1), pp.313-325. DOI: https://doi.org/10.1108/IJCHM-08-2016-0461

Trout, J. (2000). Diferenciar ou morrer. São Paulo: Futura.

Tripadvisor. (2018) Disponível em: http://www.tripadvisor.com.

Weilin, L., & Svetlana, S. (2012) Ecoturism experiences reported online: Classification of satisfaction attrib-utes. Tourism management, 33(3), p 702-712. https://doi.org/10.1016/j.tourman.2011.08.003

Wijaya, S. et al. (2011) Web 2.0-based Web strategies for three different types of organizations. Computers in Human Behavior, 27(4), p. 1399-1407. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0747563210002372.

Wilensky, A. (1997). Política de negócios. Buenos Aires: Macchi.

Kim, W. G., Li, J. (J.), & Brymer, R. A. (2016). The impact of social media reviews on restaurant performance: The moderating role of excellence certificate. International Journal of Hospitality Management, 55, p. 41-51. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/ijhm.2016.03.001

Wu, H., & Mohi, Z. ( 2015). Assessment of Service Quality in the Fast-Food Restaurant. Journal of Foodservice Business Research, 18(4), p. 358-388. DOI: https://doi.org/10.1080/15378020.2015.1068673

Yen, C. L., & Tang, C. H. (2015). Hotel attribute performance, eWOM motivations, and media choice. Interna-tional Journal of Hospitality Management, 46, April 2015, p. 79-88. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijhm.2015.01.003

Yim, E. S., Lee, S., & Kim, W. G. (2014). Determinants of a restaurant average meal price: an application of the hedonic pricing model. International Journal of Hospitality Management, 39, p.11-20. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijhm.2014.01.010.

Publicado
13-05-2019
Seção
Artigos