A historicidade de uma invenção

Autores

  • Hernán Venegas Marcelo

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v3i1.141

Resumo

A construção do corpus científico do turismo a partir de diferentes perspectivas de análise tem sido objeto de estudo por inúmeros especialistas na contemporaneidade. Dessa empreitada também fazem parte os cientistas sociais - ainda que em número menor se comparados às contribuições provenientes de outros campos de conhecimentos, digamos, mais "exatos". A História também se insere nesse universo de reflexões sobre o turismo que se assemelha a uma multidisciplina social. Reconhecendo isso e visando historicizar os antecedentes do turismo no Brasil, Haroldo Leitão Camargo nos apresenta um estudo singular proveniente do campo do conhecimento da História. Intitulado, "Uma pré-história do turismo no Brasil. Recreações aristocráticas e lazeres burgueses (1808-1850)" é uma proposta singular sobre a historicidade do turismo no mais importante domínio lusitano de Ultramar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hernán Venegas Marcelo

Doutorando em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Bolsista CAPES/PEC-PG. Licenciatura em História pela Universidade de Havana, Mestre em Ciências Pedagógicas – Universidade Pedagógica de Las Villas ( Cuba) e Mestre em Gestão Turística –Universidade de Havana, Cuba/Universidade de Barcelona, Espanha.

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/1817971082555902

 

 

 

 

Downloads

Publicado

2009-06-17

Edição

Seção

Resenhas