Os componentes da identidade de marca de Gramado/Brasil que geram sua imagem de “destino turístico modelo” e os relacionamentos da marca com os stakeholders internos

  • Vanessa Acosta de Azambuja
  • Marlei Salete Mecca Universidade de Caxias do Sul
Palavras-chave: Destinação turística. Identidade de marca. Relacionamentos. Gramado.

Resumo

Esta pesquisa objetiva descrever os componentes da identidade de marca de Gramado/Brasil que geram sua imagem de “destino turístico modelo”, assim como verificar se há fortes relacionamentos entre a marca e os stakeholders internos dessa destinação. A principal teoria utilizada neste estudo é o modelo “rede relacional da marca” de Hankinson (2004). Sendo um estudo de caso, são realizadas entrevistas e consultadas outras fontes de evidência, como uma dissertação e uma reportagem. Integraram o universo da pesquisa sujeitos do Poder Público, da iniciativa privada, dos trabalhadores e da comunidade local de Gramado, totalizando 21 entrevistados. Os procedimentos organizativos e analíticos dos dados discursivos pautam-se por supostos e técnicas da análise de conteúdo. Dentre os resultados, está que os atributos com maior ocorrência nas respostas dos entrevistados são os simbólicos e os funcionais, destacando-se atrativos/eventos turísticos como aquilo que diferencia Gramado de seus concorrentes. Também, é constatada a falta de um planejamento estratégico com a participação ativa dos stakeholders internos.

Biografia do Autor

Vanessa Acosta de Azambuja
Mestre em Turismo pelo Programa de Pós-Graduação em Turismo da Universidade de Caxias do Sul – UCS. Bacharel em Turismo pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL. E-mail: turismologa.vanessa@yahoo.com.br.
Marlei Salete Mecca, Universidade de Caxias do Sul
Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Bacharel em Administração e em Ciências Contábeis. Professora do Programa de Pós-Graduação em Turismo e do Curso de Ciências Contábeis da Universidade de Caxias do Sul – UCS. E-mail: msmecca@ucs.br
Publicado
02-01-2017
Seção
Artigos