Análise de citações de periódicos científicos de turismo no Brasil: subsídios para a estimação de indicadores de impacto

  • Glauber Eduardo de Oliveira Santos Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP) http://orcid.org/0000-0001-8731-101X
  • Alexandre Panosso Netto Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP)
  • Xuanyi Wang Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP)
Palavras-chave: Turismo. Periódicos Científicos. Análise Bibliométrica. Fator de Impacto. Brasil.

Resumo

O artigo apresenta a análise de todas as referências feitas pelos artigos publicados nas quatro principais revistas de turismo do Brasil. Foram identificadas 28.767 referências nos 1.254 artigos publicados desde o primeiro volume de cada revista até o fim de 2014. As referências foram analisadas quanto ao tipo de material (periódico, livro, tese, trabalho em evento e outros), local de publicação (Brasil ou exterior) e autoria. Nos casos de referências feitas a artigos científicos, foram identificados os nomes dessas publicações específicas. Os resultados apontam os autores, livros, artigos e periódicos mais citados. Foram também estimados os fatores de impacto dos periódicos e os índices h de Hirsch (2005) dos autores. Além disso, foram utilizadas técnicas de análise de redes sociais para representar as relações existentes entre os autores e entre os periódicos, além de estimar índices complexos de centralidade desses agentes. Os resultados apontam tendências de mudança do cenário atual decorrentes do fortalecimento de novos autores e periódicos.

Biografia do Autor

Glauber Eduardo de Oliveira Santos, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP)
Bacharel em Turismo pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), mestre em Ciências da Comunicação na linha de pesquisa de Turismo e Lazer pela ECA-USP, mestre e doutor em Economia do Turismo e do Meio Ambiente na Universidade das Ilhas Baleares (Espanha) e doutorando em Administração de Organizações na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP. É professor do curso de Bacharelado em Lazer e Turismo e do Programa de Pós-Graduação em Turismo da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP.
Alexandre Panosso Netto, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP)
Formado em Filosofia e em Turismo pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), Pós-doutor em Turismo pela Universidad Europea Miguel de Cervantes (UEMC-Espanha). Livre-docente pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). É professor do curso de Bacharelado em Lazer e Turismo e coordenador do Mestrado em Turismo da EACH-USP.
Xuanyi Wang, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP)
Estudante do curso de Bacharelado em Lazer e Turismo da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Foi bolsista PIBIC na EACH-USP.
Publicado
02-01-2017
Seção
Artigos