Capacidade de carga no planejamento turístico: Estudo de caso da Praia Brava – Itajaí frente à implantação do Complexo Turístico Habitacional Canto da Brava

  • Doris Van de Meene Ruschmann Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administraçào e Turismo da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Santa Catarina, Brasil
  • Luciana Paolucci Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administraçào e Turismo da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Santa Catarina, Brasil
  • Nelson Antonio Leite Maciel Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), São Paulo, Brasi
Palavras-chave: Turismo sustentável. Capacidade de carga. Indicadores.

Resumo

O turismo sustentável considera a autenticidade cultural, a inclusão social, a conservação dos recursos naturais e a qualidade dos serviços, como peças fundamentais para a viabilidade econômica do turismo ao longo prazo. Neste sentido, este trabalho tem como objetivos avaliar a capacidade de carga da Praia Brava, Itajaí/SC, considerando o conforto ambiental relativamente à população de moradores e usuários da praia e a projeção decorrente da futura instalação do empreendimento Complexo Turístico /Habitacional Canto da Brava. O estudo da capacidade de carga turística está atrelado a métodos de identificação e avaliação de indicadores ambientais. Dentre esses, foi escolhido para esse trabalho, o método de Cifuentes, que permite a integração e a quantificação de fatores físicos, bióticos e de infra-estrutura, através do cálculo das capacidades de carga física, real e efetiva. Os resultados quantitativos foram ainda ponderados por uma análise dos impactos e dos limites de mudança aceitáveis do ponto de vista da percepção do usuário.

Biografia do Autor

Doris Van de Meene Ruschmann, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administraçào e Turismo da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Santa Catarina, Brasil
Doutora em Ciências da Comunicação - Turismo (1994), pela Universidade de São Paulo, implantou e coordenou por 09 anos o Mestrado em Turismo e Hotelaria da Universidade do Vale do Itajaí. Professora da Pós-graduação Stricto e Lato Sensu e da graduação também na USP, publicou 05 livros e coletâneas, além de mais de 30 capítulos de livros e artigos em revistas técnico-científicas no Brasil e Exterior, sobre o tema de planejamento e a sustentabilidade no turismo. Ministra palestras e cursos em Instituições de Ensino e em organizações de turismo de todo o país, bem como no exterior. Com renomada experiência nacional e internacional desenvolve trabalhos de consultoria na coordenação de planos de desenvolvimento sustentável do turismo e projetos relacionados à pesquisas de mercado, estudos de capacidade de carga, entre outros, para os Ministérios do Turismo e do Meio Ambiente financiados pelo BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento, e também em Portugal e Moçambique. Presidente (2002-2005), vice-presidente (2005-2007) e atual membro do Conselho da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Turismo - ANPTUR, Travel and Tourism Research Association - TTRA, Association Internationale d'Experts Scientifiques du Tourisme - AIEST, Consultora ad hoc da FAPESC, FAPESP , UNOPAR e do CNPq (currículo atualizado em 10/12/2008). CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/2649365543451335
Luciana Paolucci, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administraçào e Turismo da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Santa Catarina, Brasil
Luciana Paolucci concluiu o doutorado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes - USP em 2005. Mestre também em Ciências da Comunicação pela ECA/USP e, atualmente é Professora do Curso de Comunicação Social do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, ministrando as disciplinas Teoria da Comunicação, Organização de Eventos e Metodos e Técnicas de Pesquisa. Foi Professora do Programa de Mestrado em Turismo e Hotelaria da Universidade do Vale do Itajaí, ministrando as disciplinas Análise Estrutural do Turismo e Administração de Meios de Hospedagem. Participa do grupo de pesquisa cadastrado no CNPQ Planejamento e Gestão dos espaços para o Turismo.Centro. Publicou 4 trabalhos em anais de eventos. Possui 1 capítulo de livro publicado. Possui 1 item de produção técnica. Participou de 5 eventos no Brasil. Atua na área de Turismo. Em suas atividades profissionais interagiu com 8 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Desenvolve trabalhos de consultoria no que se refere à coordenação de planos de desenvolvimento sustentável do turismo e projetos relacionados à pesquisa de mercado, estudo de capacidade de carga e comunicação integrada (currículo atualizado em 29/05/2007). CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/8239966603000273
Nelson Antonio Leite Maciel, Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), São Paulo, Brasi
É formado em Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Mackenzie. Possui também Mestrado e Doutorado em Oceanografia Biológica pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo. Tem ampla experiência didática em diversos níveis da educação, no ensino fundamental, médio e superior. Desde 1986 vem conduzindo, organizando e coordenando atividades de educação ambiental em diversos ecossistemas brasileiros, com alunos de diversas escolas particulares de ensino fundamental, médio e superior. Também desde 1986 desenvolve pesquisa científica e presta consultorias nas áreas de Biologia, Ecologia e Meio Ambiente e participa de encontros científicos com apresentação e publicação de trabalhos. Leciona no ensino superior desde 1996 - Disciplina de Zoologia - Curso de Ciências Biológicas. Nos anos de 2000 a 2003 atuou junto a cursos de graduação e pós-graduação em Turismo e Meio Ambiente (UNIBAN e UNIBERO) orientando diversos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) e Dissertações de Mestrado em Turismo e Meio Ambiente. Desde 1997 presta consultoria na área nas áreas de Biologia, Ecologia e Meio Ambiente, desenvolvendo e redigindo inúmeros Relatórios Ambientais (Memorial Descritivo da Vegetação Existente, Laudos Faunísticos, Projetos de Recuperação da Cobertura Vegetal, Projetos Paisagísticos, Estudos de Capacidade de Carga, dentre outros estudos ambientais), para obtenção junto à órgãos licenciadores (IBAMA, DAIA e DEPRN), de licenças de prévia, de instalação e de operação ou funcionamento. Atualmente, é responsável pelas disciplinas de Zoologia de Invertebrados Superiores, Zoologia de Vertebrados e Anatomia e Fisiologia Animal Comparadas, junto à Universidade de Mogi das Cruzes - UMC. Acredita estar apto para atuar em diversos níveis da educação e nas diversas áreas das Ciências Biológicas, em especial nas disciplinas de Zoologia (invertebrados e vertebrados), Ecologia, Fisiologia, Parasitologia, Oceanografia Biológica, e também na área de Meio Ambiente e Gestão Ambiental (currículo atualizado em 29/10/2008). CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/1029426965115399
Publicado
01-05-2008
Seção
Artigos