Influências das Políticas Públicas de Turismo nas Transações entre os Agentes: uma análise sob a ótica da ECT

  • Bruno Martins Augusto Gomes Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Paraná, Brasil.
  • Antônio Carlos Santos Departamento de Administração e Economia da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Minas Gerais, Brasil.
Palavras-chave: Turismo. Políticas Públicas. Custos de Transação.

Resumo

As políticas federais de turismo têm se pautado na articulação dos agentes locais. Porém, antes deste enfoque ser adotado nas políticas federais, Minas Gerais já o utilizava, por meio da Política de Circuitos Turísticos. Novas políticas provocam alterações nas transações entre os agentes de um setor. Por isso esse trabalho buscou verificar a influência da Política de Circuitos Turísticos nos comportamentos dos agentes e nas transações. A pesquisa demonstrou que a política de circuitos turísticos de Minas Gerais criou uma estrutura de governança, que possibilitou um aumento da freqüência das relações entre eles, reduziu a incerteza, o oportunismo e a possibilidade dos investimentos em ativos específicos serem perdidos. Por isso, nas regiões pesquisadas, acredita-se que a política de circuitos turísticos tenha contribuído para a redução dos custos de transação. Contudo, mudanças na gestão dos Circuitos e no comportamento dos agentes, ainda são necessárias para a redução significativa os custos de transação.

Biografia do Autor

Bruno Martins Augusto Gomes, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Paraná, Brasil.
Possui graduação em Turismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (2004) e mestrado em Administração pela Universidade Federal de Lavras (2006). Atualmente é professor na Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Turismo, atuando principalmente nos seguintes temas:ética, políticas públicas e administração (currículo atualizado em 24/01/2009). CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/4598097456621468
Antônio Carlos Santos, Departamento de Administração e Economia da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Minas Gerais, Brasil.
Possui graduação em Agromomia pela Universidade Federal de Lavras (1981) , mestrado em Administração pela Universidade Federal de Lavras (1989) e doutorado em Administração pela Universidade de São Paulo (2000) . Atualmente é funcionário da Universidade Federal de Lavras, Membro de corpo editorial da Organizações Rurais e Agroindustriais (1517-3879), Revisor de periódico da Organizações Rurais e Agroindustriais e Revisor de periódico da RAUSP. Revista de Administração. Tem experiência na área de Administração , com ênfase em Administração de Empresas. Atuando principalmente nos seguintes temas: Cooperativismo, Estrutura organizacional, Administração (currículo atualizado em 31/12/2008). CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/1386863217179570
Publicado
01-12-2007
Seção
Artigos