Caracterização das atividades turísticas nos municípios brasileiros em 2015

  • Fernanda Rodrigues dos Santos Graduanda em Economia pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), Brasil.
  • Luiz Carlos de Santana Ribeiro Professor do Mestrado Acadêmico em Economia da UFS (NUPEC/UFS), Brasil. Coordenador do Laboratório de Economia Aplicada e Desenvolvimento Regional - LEADER.
  • Emanuel Jhonata Gomes da Silveira Mestrando em Economia pelo NUPEC/UFS, Brasil.
Palavras-chave: Atividade turística. Desenvolvimento regional. Cluster. Municípios brasileiros.

Resumo

O objetivo deste artigo é caracterizar o setor turístico nos municípios brasileiros no ano de 2015. Para isso, utilizou-se a análise de cluster considerando o número de empregos, o número de estabelecimentos para cada 100.000 habitantes, a renda média, o percentual de trabalhadores com o ensino superior completo e o grau de especialização das atividades turísticas. Os principais resultados indicam a formação de seis clusters. Três deles, com características distintas, podem ser considerados clusters turísticos, uma vez que são constituídos por cidades especializadas em turismo com apelo em diferentes segmentos. Por outro lado, em 90,6% dos municípios brasileiros (clusters 2 e 3) pode-se considerar a atividade turística é incipiente.

Biografia do Autor

Fernanda Rodrigues dos Santos, Graduanda em Economia pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), Brasil.
Departamento de Economia
Publicado
03-05-2018
Seção
Artigos