O turismo como um instrumento de proteção florestal na Amazônia: uma análise multivariada

  • Jefferson Lorencini Gazoni Universidade de Brasília
  • Iara Lucia Gomes Brasileiro Universidade de Brasíia
Palavras-chave: Desenvolvimento regional. Desmatamento. Conservação. Uso do solo.

Resumo

Propósito do tema: A crescente demanda internacional por bens primários tem gerado oportunidades excepcionais para a mineração e para o agronegócio na Amazônia. Isto está promovendo, em muitos casos, a perda progressiva da cobertura do solo. Muitas são as estratégias propostas para a contenção do desmatamento regional, ente elas, o turismo, apontado como uma atividade econômica alternativa e mais sustentável para a região. Objetivo: A finalidade deste estudo foi estimar a importância relativa do turismo para o ritmo do desmatamento no bioma Amazônia no período 2015/2016. Metodologia e abordagem: Foram utilizadas séries de corte para as 91 microrregiões geográficas do bioma, nas quais foi aplicada a técnica de regressão linear múltipla associada à decomposição das covariâncias pela Medida de Pratt. Resultados: Os resultados sugerem que o desmatamento é uma função da pecuária bovina, da agricultura, da extração de madeira, dos assentamentos rurais, das áreas protegidas e, entre outros, do turismo. Identificou-se uma correlação inversa entre o turismo e as taxas anuais de desmatamento do bioma. Originalidade: Os resultados deste estudo permitem propor o desenvolvimento responsável do turismo como uma estratégia para a proteção da cobertura florestal da Amazônia.

Biografia do Autor

Jefferson Lorencini Gazoni, Universidade de Brasília
Doutor e mestre em Desenvolvimento Sustentável (Política e Gestão Ambiental) pela Universidade de Brasília (UnB). Mestre em Turismo (Planejamento e Gestão em Turismo) pelo Centro Universitário Ibero-Americano (UNIBERO), possui experiência concentrada na área de administração pública, atuando principalmente nos temas: turismo, economia e gestão ambiental. Membro da System Dynamics Society, conta com trabalhos realizados para diversas organizações, tais como: IICA, ENAP, UnB, EMBRATUR e CNC. Foi ainda Secretário Municipal de Turismo de Anchieta/ES, Diretor de projetos da Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal, pesquisador assistente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e professor em diversas instituições de ensino superior.
Iara Lucia Gomes Brasileiro, Universidade de Brasíia
Doutora em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP). Professora Associada do Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (UnB).
Publicado
17-09-2018