Hospitalidade no Brasil Império: a visão do naturalista George Gardner

Autores

  • João dos Santos Filho Departamento de Ciências Sociais do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Paraná, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v2i2.100

Palavras-chave:

Turismo. Historiografia brasileira. Hospitalidade. Roteiros.

Resumo

A historiografia brasileira, referente ao fenômeno do turismo e da hospitalidade é ainda extremamente tímida, pois, utiliza os parâmetros históricos determinados pela lógica da visão etnocentrista. Para tentar mudar essa leitura, estamos desenvolvendo estudos sobre a literatura dos escritores estrangeiros do século XVI ao XIX, que por causas diversas vieram para o Brasil para viver, trabalhar, pesquisar ou passear e resolveram documentar sua estada em território nacional. Começamos com George Gardner, naturalista escocês, que veio para o Brasil em 1836, e permaneceu até 1841, e escreveu em 1846 na Inglaterra o livro: Viagem ao interior do Brasil, principalmente nas províncias do Norte e nos distritos do ouro e do diamante durante os anos de 1836-1841.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João dos Santos Filho, Departamento de Ciências Sociais do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Paraná, Brasil.

É Bacharel em Turismo pelo Centro Universitário Ibero-Americano (Unibero) e Bacharel em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC). Mestre em Educação: História e Filosofia da Educação pela mesma instituição foi coordenador dos cursos de Turismo da Faculdade Nobel e também do Centro Universitário Filadélfia (Unifil). Foi professor da Universidade Norte do Paraná (Unopar); professor substituto da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Unidade Diferenciada de Rosana; professor do Centro de Ensino Superior de Maringá (Cesumar); professor da Faculdade Paraná. É membro fundador do Instituto de Análises sobre o Desenvolvimento Econômico Social (Iades) e da Associação Brasileira de Bacharéis em Turismo - São Paulo (Abbtur). É professor convidado pela Faculdad de Filosofia e Letras da Universidad Nacional de Heredia (UNA), em São José da Costa Rica. Ministrou curso na Universidad de Rio Cuarto, (Argentina) na pós-graduação em Integração Latino-Americana e na Universidad de San Carlos, Guatemala. É professor concursado pela Universidade Estadual de Maringá, Paraná. Autor do livro Ontologia do turismo: estudo de suas causas primeiras. (Educs), Universidade de Caxias do Sul. Tem vários artigos publicados em livros e revistas acadêmicas nacionais e internacionais, é colaborador nos sites: www.estudosturisticos.com.br e www.espacoacademico.com.br, colaborador do Conselho Editorial da Revista Eletrônica do Centro de Estudos em Geopolítica e Relações Internacionais (Cenegri) www.intellector.com.br. Membro do Conselho Científico do Boletim de Estudos em Hotelaria (Beth) do curso Turismo das Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão (Faintvisa). Membro do Conselho Editorial da revista semestral Global Tourism www.periodicodeturismo.com.br. Membro do Conselho Científico da Revista Dialogando no Turismo da Universidade Estadual Paulista Campus Experimental de Rosana. Colunista do portal turismonarede.com na cidade da Paraíba. E do Jornal do Pensamento Brasileiro tem notícia do Rio de Janeiro (currículo atualizado em 09/10/2008).
CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/8659868081471050

Downloads

Publicado

2008-07-01

Edição

Seção

Artigos